sábado, 3 de junho de 2017

Atualização: Corrida-Transporte e Calistenia

Tenho corrido bem menos do que corri em 2013. Quando corro, muitas vezes é fazendo Corrida-Transporte. Para quem não sabe, este termo  (que em inglês é Run Commute e em português foi "criado" pelo fotógrafo de corrida Marcos Viana Pinguim) descreve a ideia de usar parte de (ou todo) seu trajeto até algum local (trabalho, escola, supermercado, etc) como seu treino de corrida.

Por exemplo, uma das sedes do meu trabalho fica a 3,7 Km. Algumas vezes vou até lá correndo e de lá vou até a outra sede com a van forncida pela instituição.

Um temo mais geral, também criado pelo Marcos Viana Pinguim, é o Treino-Transporte. O treino-transporte pode ser de caminhada, ciclismo, skate, etc.

É óbvio que a Corrida-Transporte também inclui caminhada pois qualquer treino razoável de corrida pode incluir trechos de caminhada.

Uma das dificuldades da Corrida-Transporte é quando você precisa carregar uma mochila. Mas hoje já me acostumei com isso. Talvez seja ruim para minha postura. Paciência.

Outra dificuldade é o vestuário. Nem sempre dá para fazer Corrida-Transporte com roupa de corrida. Tento fazer com uma roupa de trabalho leve.

Mais uma dificuldade, uma das principais para certas pessoas, é que você sua quando corre.  Uma solução óbvia é tomar banho ao chegar no trabalho mas nem sempre isto é possível. Nem sempre há um chuveiro no seu trabalho (no meu há). Minha solução para isso tem sido fazer trechos curtos e usar a Corrida-Transporte apenas nos dias em que posso trabalhar isolado.

Frio

O frio chegou em Curitiba e isto tem me atrapalhado em outro aspecto: correr de boca fechada. O nariz congestiona, mesmo que pouco, e fica difícil respirar apenas pelo nariz ao correr. Mas eu tento.

Calistenia

Uma outra atividade que dá para fazer nos tempos dedicados a ir/voltar do trabalho é calistenia. Curitiba já tinha algumas poucas estações de ginástica em aço inox e ganhou mais algumas.  Gosto de fazer algo antes ou depois de chegar ao trabalho. Geralmente não passo mais do que 20 minutos lá. Na falta destas estações, os velhos aparelhos de ginástica, as Academias ao Ar Livre e até mesmo árvores servem como base para minha movimentação.

Estação de Ginástica em Inox.
Fonte: http://www.heliowirbiski.com.br/imgs/GIgrxQSL.jpg



Leia mais


Um comentário:

  1. Muito legal professor! Meu trabalho fica a 6km de casa e eu adoraria vir de vez em quando correndo, porém, não há chuveiro e o trecho da vinda é majoritariamente subida. Então, paciência né. Bom final de semana e não desanime do blog não ein! Muito útil e interessante o conteúdo. Abraço!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Não uso verificação de palavras.

Receba as postagens deste blog por email