terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Resultados Bolsas DT CNPq 2009

O resultado das bolsas de "Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora - DT 2009" foram publicados pelo CNPq em http://efomento.cnpq.br/efomento/divulgacao/divulgacaoResultados.do?metodo=listaComites&codigoLinhaFomento=58&seqChamada=29&codigoPeriodoSubmissao=937 Abaixo vai um Wordle feito a partir dos nomes das instituições dos ganhadores. Clique na imagem para vê-la em tamanho maior.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Mestrado Profissional em Computação Aplicada na UTFPR - Campus Curitiba

A Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - Campus Curitiba comunica o lançamento do novo Programa de Pós-Graduação em Computação Aplicada (PPGCA) - Mestrado Profissional - recentemente aprovado pela Capes.
O novo programa tem como área de concentração "Engenharia de Sistemas Computacionais", com atuação nas linhas de pesquisa de "Engenharia de Software", "Sistemas Embarcados" e "Sistemas de Informação".
O programa objetiva capacitar profissionais atuantes na área de computação para o exercício da prática profissional avançada e transformadora de procedimentos, priorizando a transferência de conhecimentos entre a Academia e o Setor Produtivo, agregando competitividade e aumentando a produtividade em empresas e organizações públicas e privadas.
O mestrado é gratuito, e as inscrições para o programa estarão abertas de 18 de janeiro a 01 de março de 2010. Maiores informações estão disponíveis pelo email ppgca-ct@utfpr.edu.br ou diretamente no site do programa: www.ppgca.ct.utfpr.edu.br.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Homenagem a De Plácido e Silva

CONSCIÊNCIA NEGRA - A Assembleia Legislativa do Paraná e o cônsul geral da República do Senegal para Paraná e Santa Catarina, prestaram homenagem a 15 personalidades ilustres, na data dos 314 Anos da Imortalidade de Zumbi dos Palmares. Entre os homenageados, estavam o deputado federal Adalberto Camargo e o jurista Oscar Joseph de Plácido e Silva. O cônsul, dr. Ozeil Moura dos Santos, em discurso brilhante, enalteceu aspectos da vida de todos os homenageados, emocionou os presentes pela descrição do legado de De Plácido e Silva, ressaltando que o jurista, paranaense de coração, foi um dos fundadores da Gazeta do Povo e da primeira Faculdade de Ciências Econômicas do Paraná, tendo sido ainda o primeiro aluno da Universidade Federal do Paraná e seu primeiro diretor de Secretaria. Em seu discurso, o cônsul ressaltou ainda o grande renome do jurista, destacando que seu Vocabulário Jurídico, ainda hoje, é uma das grandes obras do Direito no país e concluiu que “Oscar nunca se dobrou aos poderosos e nunca abdicou de seus ideais”, sensibilizando seus familiares por tão belas palavras.
Leia mais sobre a vida e as realizações de De Plácido e Silva em

domingo, 20 de dezembro de 2009

Padrão Pedagógico "Fazer, Revisar, Refazer"

Um padrão pedagógico utilizado para reforçar a aprendizagem de princípios de modelagem de Sistemas Orientados a Objetos.
Este trabalho foi desenvolvido em 2003 durante meu doutorado em Ciência da Computação na USP.
Leia mais em http://bit.ly/7U9ewB (em PDF).

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Quanto custa um Mestrado Profissional?

  • Na UFPR, num mestrado em parceira com o Senai e com uma universidade alemã: de R$24.000,00 a R$ 30.000,00 (veja em http://bit.ly/72OxKp)
  • Na UFPE, no Mestrado Profissional em Computação do CIn-UFPE: R$ 25.520,00 (veja em http://bit.ly/8eNVaI)
  • No CESAR, no Mestrado Profissional em Engenharia de Software: R$ 18.850,00 (ou, à prazo R$ 850,00 + R$ 24 x R$ 750,00) (veja em http://bit.ly/6j11Rk)
  • Na Universidade Positivo: R$ 34.500,00 (veja em http://bit.ly/4pKBKv)
  • Na UNIFACS o Mestrado Profissional em Computação custa R$29.460,00 (veja em http://bit.ly/4sLcRi)
Na UTFPR, o Mestrado Profissional em Computação Aplicada é totalmente gratuito.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Publicar mais ou melhor? - O Tamanduá...


Prof. Luiz Oswaldo Carneiro Rodrigues
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)


Publicado na:
  • Rev. Bras. Cienc. Esporte, vol. 29, no. 1, pp. 35-48, 2007


Introdução ao tamanduá

Fosse a ciência produzida no Brasil um tamanduá-bandeira, sabemos que o nosso curioso e típico mamífero quadrúpede não sobreviveria se o repartíssemos em segmentos alguns mais, outros menos importantes: os primeiros recebendo mais recursos, sangue, açúcar, oxigênio, sais minerais e vitaminas, enquanto os demais seriam tratados à míngua, abaixo do conhecido limiar de sobrevivência de São Mateus: "àqueles que tudo têm, mais lhes será dado; aqueles que nada têm, o pouco que lhes resta lhes será tomado". Apesar de absurda na metáfora, essa parece ser a realidade da distribuição dos recursos vitais para a produção de conhecimento no Brasil e o campo das ciências do esporte talvez possa ser localizado num daqueles pelos da enorme cauda do tamanduá, oscilando de um lado para outro ao sabor do seu desajeitado caminhar em busca de cupins e formigas orçamentárias, ainda e sempre ameaçado de extinção. Portanto, é desse ponto de vista que vamos emitir alguns grunhidos descontentes que, seguramente, devem ser diferentes das reflexões epistemológicas dos cientistas localizados na ponta da língua do nosso querido mamífero, quando ele a expõe diante do fotógrafo internacional que vem documentar a nossa biodiversidade.

Publish or perish … or push the parish?1

Como se sabe, o elemento fundamental para a produção de conhecimento é o financiamento dos seus custos, e para obter recursos para sua pesquisa, como bolsas e auxílios financeiros, qualquer cientista brasileiro deve apresentar um projeto, o qual deve ser aprovado quanto ao mérito, e seu currículo deve alcançar uma determinada pontuação no sistema de classificação dos órgãos de fomento, como, por exemplo, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Uma vez que a necessidade de financiamento se torna progressivamente maior à medida que mais tecnologia é incorporada às técnicas científicas, obter verbas nos órgãos de fomento tornou-se a expressão máxima da competição entre os pesquisadores.

Balizados formalmente pelo discurso da ética, os candidatos enviam seus projetos de pesquisa detalhados e seu currículo, que são analisados por comitês pertinentes a cada uma das subdivisões das três grandes áreas em que foi dividida a ciência. Ainda que nas subdivisões das áreas os projetos sejam agrupados de acordo com alguma afinidade entre si, na verdade cada pesquisador traz para a avaliação um tema que, em princípio, deve ser original e que, portanto, encontra poucas pessoas capazes de julgar a sua relevância com precisão. Assim, são convidados outros pesquisadores para darem pareceres técnicos sobre os projetos dos colegas, o que se tornou uma atividade obrigatória para aqueles já contemplados com recursos (bolsas e auxílios) e que resulta em geral numa verificação se o método científico proposto está correto e se as técnicas e os orçamentos são adequados, dada a progressiva especificidade temática de cada projeto. Nesse ponto do processo já encontramos problemas: o bioquímico Franklin Rumjanek, por exemplo, critica o critério de seleção para financiamento de projetos das agências de fomento à pesquisa do país porque o perfil do solicitante é levado mais em conta do que a pesquisa em si, o que gera distorções na hora da escolha, pois a decisão se baseia no número de trabalhos publicados e na qualidade dos periódicos científicos que os aceitaram, mas não garante que seja selecionada a parcela mais produtiva de pesquisadores (RUMJANEK, 2006). Assim, caso seja aprovado o mérito do projeto, a distribuição das verbas entre os pedintes será realizada de acordo com a classificação do currículo do pesquisador a partir de uma pontuação detalhada de cada atividade considerada relevante segundo os critérios do órgão de fomento.

Leia mais em http://bit.ly/8AjAEg

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

PlaySchool 2010

A escola PlaySchool (uma das poucas escolas verdadeiramente bilíngues de Curitiba) estará em novo endereço em 2010: View Larger Map

A nova sede será na Rua Ludovico Bronny, no Pilarzinho, na esquina com a rua Anna Garcia da Silva.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Cursos da AgilCoop no Verão 2010 do IME/USP

Divulgando a pedidos...


veraoagil2010.png

Os nossos cursos ágeis vêm sendo ministrados anualmente desde 2007.

Não perca a oportunidade de conhecer mais sobre métodos ágeis, Programação eXtrema (XP), Scrum, Lean, testes automatizados e outros tópicos no treinamento ministrado pelos membros da AgilCoop no IME/USP para profissionais do mercado de TI.

Em 2010, serão oferecidos três cursos, um para cada tipo de público. Veja, nos links abaixo, os detalhes de cada um:

Introdução a Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software

Desenvolvimento de Software de Qualidade através de Testes Automatizados

Laboratório de Programação eXtrema


quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Receita para Tornar-se um Pesquisador "Produtivo"

A "receita" abaixo foi tirada do artigo "Avaliação Bibliométrica de Pesquisadores: não é correta . . . nem mesmo errada " de Frank Laloë e Rémy Mosseri ,
traduzido por Paulo Murilo Castro de Oliveira, Jorge Sá Martins e Suzana Moss da UFF, e Adriano Sousa da UFRN
(ver mensagem em http://www.sbf1.sbfisica.org.br/boletim1/msg190.htm).

Um link direto para a tradução completa do artigo é http://www.sbf1.sbfisica.org.br/boletim1/arquivos/laloe.pdf.

Receita

Se você é um bom pesquisador e deseja melhorar seu índice H, eis alguns conselhos:
1. Trabalhe num grupo de pelo menos 5 ou 6 pessoas, se possível mais, cujas publicações são sistematicamente compartilhadas; isso permitirá pelo menos dobrar seu índice, talvez mais. Ademais, este agrupamento de esforços permite compartilhar os "meios" (materiais e humanos, posdocs por exemplo) e talvez pode mesmo aumentar sua produtividade real, o que não é desprezível. Inútil acrescentar que, quanto mais brilhantes forem seus colegas, mais você se beneficiará; portanto, escolha-os bem!
2. Favoreça os grandes domínios; constata-se uma correlação entre as taxas de citações e o tamanho do domínio científico, devido ao fato dos artigos de pequenos domínios citarem muitos artigos gerais e não o inverso. Evite trabalhos à margem da corrente geral de seu domínio, mesmo se você é genial: passarão 10 anos para que seus trabalhos sejam realmente reconhecidos, e então serão os trabalhos derivados dos seus que serão citados. Enfim, não se deixe deslumbrar pelo interesse científico de suas pesquisas: arriscar a tentativa de um furo científico elucidativo raramente é compensador antes de décadas!
3. Não perca tempo sobretudo a publicar livros ou compêndios, qualquer que seja seu impacto internacional; são peso morto para os indicadores.
4. Não dê muita importância à missão fundamental do pesquisador, a produção de conhecimento, em particular ao redigir seus artigos; é a comunicação que passa na frente.

PS: Obrigado ao professor Mario Benevides por indicar o artigo na lista Logica-l na mensagem http://www.dimap.ufrn.br/pipermail/logica-l/2009-December/004221.html

sábado, 28 de novembro de 2009

Novidades no site do prof. Valdemar Setzer: lançamento de DVD

Acabo de ver no site do prof. Valdemar Setzer (IME-USP) uma novidade:

(Novo –18/11/09) Valdemar W. Setzer
DVD com longa palestra sobre o impacto dos meios eletrônicos em crianças e adolescentes, bem como entrevistas sobre esse assunto e sobre "Como desenvolver a criatividade" e "O que é a Antroposofia". Veja alguns detalhes no press release da editora.
DVD with a long lecture on electronic media and education and interviews on this subject and also on how to develop creativity and what is Anthroposophy in Portuguese)]
São Paulo: Editora Antroposófica, 2009, 349 pp.
Preço nas livrarias: R$ 35,00; pode ser encomendado pela Internet na editora.

Imperdível! Clique nos links para obter mais informações e adquirir pelo site da Editora Antroposófica.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Final Brasileira da Maratona de Programação 2010

A final brasileira da Maratona de Programação 2010 acontecerá em Joinville-SC.

Será organizada pela competentíssima equipe do Departamento de Ciência da Computação da UDESC Joinville, coordenada pelo prof. Roberto Rosso Jr.

Leia abaixo email enviado para a lista de discussão da Maratona de Programação.


---------- Forwarded message ----------
From: Roberto Rosso Jr.
Date: 2009/11/27
Subject: [Maratona] Final Brasileira 2010

 

Car*s Maratonistas,

Como foi anunciado pelo Prof Carlos E. Ferreira durante a final 2009 em Campinas, a Final Brasileira 2010 será realizada pelo Departamento de Ciencia da Computacao da Universidade do Estado de Santa Catarina, Campus de Joinville.

Assim, é com satisfação que envio a tod*s o cartaz de divulgação da Final Brasileira 2010, da XV Maratona de Programação.


Prof. Roberto S. U. Rosso Jr., PhD
Professor Associado
Depto de Ciencia da Computacao
Universidade do Estado de Santa Catarina
Joinville - SC - Brazil
Tel: +55(47) 4009-7987
Fax: +55 (47) 4009-7940
e-mail: rosso AT joinville.udesc.br
Membro IEEE / Membro SBC


quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Amir Pnueli, Pioneer of Temporal Logic, Dies at 68

Amir Pnueli, Pioneer of Temporal Logic, Dies at 68
Published: November 14, 2009
Amir Pnueli, who turned a philosopher's explorations of time, logic and free will into a critical technique for verifying the reliability of computers, died on Nov. 2 in Manhattan. He was 68. (leia mais)

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Suely Vilela (reitora da USP) e o plágio

Caros leitores, algum de vocês pode achar que é uma coisa óbvia, mas acho importante falar: não dá para engolir a defesa que a reitora da USP, Suely Vilela, apresenta para as acusações de plágio que pairam sobre seu grupo de pesquisa, relatadas ontem em reportagem de Eduardo Geraque.

(...)

Qualquer cientista sabe que, em um estudo com número muito grande de autores, poucos são aqueles que escreveram mesmo algo ou atuaram efetivamente na pesquisa que originou ou trabalho. Muitos nomes entram por razões bem paroquiais e pouco "autorais", como empréstimo de material para experimentação, cessão de dados etc.

É comum até mesmo o etéreo "empréstimo de prestígio", quando se trata de um cientista mais conhecido. Um nome de fama no meio acadêmico abre muitas portas --sobretudo portas de revistas científicas cujos artigos são revisados por outros cientistas. E um cientista, como qualquer outro ser humano, é um animal político. Em troca de emprestar seu nome, o figurão engorda seus números de produtividade de artigos sem ter muito trabalho. Alguns cientistas acham isso errado, outros acham que faz parte do jogo. Tanto faz.

O problema é que essas particularidades do sistema de publicações científicas nunca são debatidas quando o que está em evidência é o mérito de um trabalho, e não sua desgraça. Se o plágio do referido estudo nunca tivesse sido descoberto, provavelmente o artigo serviria apenas para entrar na conta do cientista sênior, engordar os valores de suas bolsas de estudo e somar pontos em avaliações acadêmicas.

(...)

Leia mais em http://bit.ly/3cUcvG

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

CAPES aprova Mestrado Profissional em Computação Aplicada da UTFPR

Fonte: http://200.134.10.12/dainf/ExibeNoticias.php?noticia=34193&p_operacao=Ver

Foi publicada hoje no site da CAPES a seguinte notícia:

"A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) divulga nesta quinta-feira, 12, os resultados da apreciação de propostas de cursos novos de 2009. As propostas foram analisadas e recomendadas durante a 113ª Reunião do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES), entre os dias 27 a 30 de outubro, em Brasília.

As fichas, com os pareceres das propostas recomendadas e das não recomendadas, encontram-se disponíveis às instituições proponentes na página eletrônica da Capes. Outras propostas ainda estão em processo de análise. Acesse aqui os resultados."


Clique no link resultados para ver a lista dos programas de pós-graduação aprovados pela CAPES.

Em breve serão divulgadas neste site e no site da UTFPR informações sobre o Processo Seletivo para Ingresso no Mestrado em Computação Aplicada da UTFPR.


quarta-feira, 11 de novembro de 2009

A Contracultura Matemática e o Espírito Libertário, por Ruy de Queiroz


9 de novembro de 2009 - Diz-se excêntrico, segundo o Houaiss, do "indivíduo que age ou pensa de maneira original, extravagante, fora dos padrões considerados normais ou comuns.

" O que dizer de um matemático que, após (1) resolver um dos problemas mais difíceis do milênio de forma reconhecidamente engenhosa e criativa, (2) publicar seus resultados em página da internet sem o devido "peso" de reconhecimento formal como é o caso de revistas científicas tradicionais, e (3) recusar os prêmios a que teria direito (uma Medalha Fields, o mais prestigioso prêmio a que um matemático pode aspirar, e uma premiação em dinheiro no valor de um milhão de dólares concedida por uma espécie de fundação sem fins lucrativos para o desenvolvimento da matemática), recusa ofertas de emprego como professor em algumas das melhores universidades do mundo (Princeton, Stanford)? Além de toda essa renúncia, esse indivíduo de capacidade intelectual privilegiada ainda declara que todas essas ofertas não passam de graves insultos, pois acredita que a monetização da realização é o pior dos insultos à matemática. Mais ainda, decide deixar a matemática, e, segundo se conta, continua vivendo com sua mãe na periferia de São Petersburgo. A bem da verdade, esse mesmo sujeito excêntrico já em 1996 havia se recusado a receber um prêmio para jovens matemáticos a ele concedido pela Sociedade Européia de Matemática.

Leia mais em http://www.investimentosenoticias.com.br/ultimas-noticias/artigos-especiais/a-contracultura-matematica-e-o-espirito-libertario.html


sexta-feira, 6 de novembro de 2009

UTFPR é representada na Maratona de Programação

Notícia no eCampus Curitiba, o Informativo online da UTFPR:

A competição é destinada a alunos de cursos de graduação e início de pós-graduação na área de Computação e afins (Ciência da Computação, Engenharia de Computação, Sistemas de Informação, Matemática, etc). Ela proporciona aos alunos incentivo à criatividade, capacidade de trabalho em equipe, busca de novas soluções de software e habilidade de resolver problemas sob pressão.

Quem coordena as atividades relativas à participação de alunos do Campus Curitiba é o Professor João Alberto Fabro, do DAINF. O campeonato é organizado mundialmente pela ACM (Association for Computing Machinery) americana.

A seletiva regional da maratona aconteceu no dia 19 de setembro de 2009, na Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Nessa, a UTFPR participou com quatro equipes e obteve os primeiro, 4º, 5º e 9º lugares.

A equipe que conquistou o primeiro lugar foi classificada para a final nacional, que aconteceu no dia 24 de outubro, em Campinas. Os alunos são do 6º período do curso de Engenharia de Computação do Campus Curitiba: Alexandre Marin, Lucas Paiva e Luiz Gustavo Ribeiro.

Na final, a equipe obteve a 12ª colocação de um total de 52 equipes de todo o Brasil. O professor Fabro ressalta que "o resultado obtido é mérito dos alunos. Eu apenas auxilio".

Semanalmente, ele, ao lado do professor Adolfo Neto, realizam um encontro, que funciona como um treinamento aos que irão participar.


Leia mais e veja mais fotos em http://informativo.ct.utfpr.edu.br/leia_mais.php?pub=9&noticia=53

Leia também a página na Wiki DAINF que descreve a Participação da equipe "sudo make a sandwich" na Final Brasileira da Maratona de Programação 2009 e a preparação da UTFPR para a Maratona de Programação - Seletiva Regional 2009.

Observações importantes em face da divulgação do resultado oficial da Final Brasileira da Maratona de Programação:
  • A equipe "sudo make a sandwich" ficou a duas posições de uma medalha.
  • A equipe "sudo make a sandwich" ficou a duas posições de participar da final mundial.
  • A equipe "sudo make a sandwich" foi a melhor equipe em que todos os membros eram estreantes em finais brasileiras.

Curso de Técnicas Ágeis

Técnicas Ágeis para o Desenvolvimento de Software em Java
Curso de Extensão (UTFPR - Campus Curitiba)
Turma de 21/11/09 a 05/12/09 (aos sábados, das 8h20 às 12h00)

Motivação: O conhecimento de métodos ágeis deixou de ser exclusividade de alguns apaixonados por desenvolvimento de software e passou a ser pré-requisito para contratações de profissionais em boas empresas. Vários eventos no Brasil e no mundo são dedicados exclusivamente a métodos ágeis (por exemplo, Ágiles - http://www.agiles2009.org, Encontro Ágil - http://www.encontroagil.com.br/, XP Conference - http://www.xp2009.org/). Neste curso iremos apresentar algumas técnicas (introduzidas pelos praticantes de métodos ágeis) que aumentam a produtividade no desenvolvimento de software.

Conteúdo programático: Introdução a Métodos Ágeis. Desenvolvimento Dirigido por Testes. Testes Automatizados. Testes Unitários. Testes de Aceitação. Programação Pareada.Refatoração. Obs.: os exemplos e exercícios apresentados durante o curso serão em Java, mas as técnicas aplicam-se a qualquer boa linguagem de programação comercial.

Objetivo: Capacitar os participantes a dominar as técnicas e ferramentas preconizadas pelos métodos ágeis para o desenvolvimento de software no desenvolvimento em Java. Aprendendo estas técnicas, a produtividade do participante como desenvolvedor de software aumentará.

Público alvo: Profissionais e estudantes interessados em obter conhecimentos de técnicas ágeis para o desenvolvimento de software utilizando a linguagem Java.

Pré-requisito: Conhecimentos básicos de programação na linguagem Java.

Sobre o instrutor: Adolfo Neto é bacharel, mestre e doutor em Ciência da Computação. Durante seu doutorado na USP (2003-2007), conheceu os métodos ágeis, através do professor Fabio Kon (membro-fundador da Agilcoop, a Cooperativa de Desenvolvimento Ágil de Software - http://ccsl.ime.usp.br/agilcoop, uma das principais organizações brasileiras que atuam na disseminaçaão dos conceitos de métodos ágeis na comunidade brasileira de desenolvimento de software). O professor Adolfo Neto é também desenvolvedor de software livre. O código-fonte de seu demonstrador de teoremas, o KEMS, está inteiramente disponível em http://github.com/adolfont/KEMS. Além disso, foi desenvolvedor de software por dois anos na Inmetrics, de Campinas.

Páginas do professor Adolfo Neto:
http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~adolfo
http://twitter.com/adolfont
http://adolfoneto.wikidot.com/ágil
http://professoradolfo.blogspot.com/search/label/ágil

Reserva de vaga e inscrição: Para fazer reserva de vaga ligue nos telefones: 3310 - 4569 ou 3310 - 4571, e fique sabendo da data de validade de sua reserva.

Para fazer a inscrição venha até a Divisão de Cursos de Extensão (DIECE) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Av. Sete de Setembro, 3165, esq. com Westphalen, preencha a ficha de inscrição e efetue o pagamento, ou mande um e-mail para diece-ct@utfpr.edu.br solicitando sua inscrição.

Link para mais informações: http://bit.ly/46sqSB

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Os campeões da Maratona de Programação 2009

Na foto acima (de camiseta azul) estão os campeões da Final Brasileira da Maratona de Programação 2009, que aconteceu no último sábado, 24 de outubro de 2009, em Campinas-SP. A Maratona de Programação é uma competição que funciona como seletiva para a final mundial do ICPC (http://icpc.baylor.edu), a principal olimpíada científica da área de ciência da computação, organizada pela ACM desde a década de 70. Os melhores times ganham o direito de representar o país na próxima final mundial, que ocorrerá nos dias 1 a 5 de fevereiro de 2010 em Harbin, China.
O nome do time campeão é "Pedrov, Victorov e Mairova", do Centro de Informática da UFPE (CIn-UFPE). Seus integrantes são:
Os três integrantes do time, em times diferentes, ganharam medalhas de ouro no ano passado também. Víctor e Maíra eram do time "YaThreeSobas", 3º lugar (os três primeiros times ganham ouro), e Pedro do time "Prático, Cícero e Heitor", primeiro lugar. Além da classificação para a próxima etapa, “Pedrov, Victorov e Mairova” também conquistaram o título de penta campeões brasileiros, ganhando assim o troféu definitivo da Maratona de Programação para o CIn-UFPE. Desde o início do evento, em 1996, várias instituições almejam os cinco títulos, entre elas Unicamp, ITA, IME-USP e PUC-RIO.
A segunda melhor equipe na competição foi "Anuncie Aqui", da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Os três integrantes da equipe são:
  • Maurício Collares, aluno de Engenharia Elétrica
  • Ramon Fernandes, aluno de Engenharia Elétrica
  • Felipe Carvalho, aluno de Ciência da Computação
Observação: dois dos integrantes da equipe, Maurício e Ramon, ganharam medalha de bronze na Final Brasileira da Maratona de Programação em 2007. Vale destacar que este bom resultado veio de uma universidade de Sergipe, o menor estado do país, como consequência do trabalho de vários anos dos professores da UFS no estímulo de competições como a Maratona de Programação e a Olimpíada Brasileira de Informática (OBI) (clique aqui para ler mais sobre o trabalho com a OBI e a Maratona em Sergipe). É, nas palavras da professora Leila Silva, da UFS, uma prova de que "os talentos brasileiros estão espalhados por todos os cantos do país". A equipe que ficou na terceira colocação, e também ganhou medalha de ouro, foi a equipe eh_muita_grana, do IME-USP, formada por Raphael Henrique Ribas (aluno de mestrado do IME-USP, formado em Ciência da Computação pela UFPR), Joel da Silva Uchoa, Gabriel Ribeiro da Cruz Peixoto (que faz mestrado na Estatística) e técnico Wanderley Guimarães da Silva. Observação: Raphael Henrique Ribas ganhou medalha de ouro também no ano passado como integrante da equipe Triforce da UFPR. A equipe "sudo make a sandwich", do DAINF-UTFPR, (clique aqui para ler notícia sobre a classificação desta equipe para a Final Brasileira), estreante em finais brasileiras, ficou numa excelente 12a. colocação. Esta equipe é formada por três alunos da primeira turma do curso de Engenharia de Computação: Alexandre Marin, Lucas Campiolo Paiva e Luiz Ribeiro, e treinada pelo professor João Alberto Fabro. É importante ressaltar que não apenas a equipe era estreante, mas a própria UTFPR participou pela primeira vez da final brasileira da principal competição de programação para universitários, com seus alunos ficando atrás de alunos de apenas 8 outras instituições, todas com bem mais tradição em Maratonas do que a UTFPR. Por fim, parabenizo todas as equipes que participaram da Final Brasileira. Para muitas delas, já foi uma grande vitória estar lá. Parabenizo também todos os professores, alunos e funcionários que de alguma forma contribuíram com a organização deste evento da Sociedade Brasileira de Computação. Para as equipes que vão para a final mundial, é hora de estudar e treinar para obterem boa classificação lá. E, para os não classificados, é hora de começar os terinamentos para a Maratona de Programação 2010. Leia mais sobre:

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Profissão da minha vida

Um site que pode ser útil a estudantes que estão decidindo que carreira seguir:

http://www.profissaodaminhavida.com.br




É um site da Universidade Positivo, mas acredito que pode ser utilizado por pessoas que pretendem estudar em outros lugares.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Futuris

Do Blog do Prof. Palazzo:

Mensagens do além!

setembro 20th, 2009

Mandar mensagens em uma data logínqua no futuro é uma das possibilidades da Futuris. A comunidade social é uma start up brasileira, desenvolvida pela agência multimídia Go2nPlay Studios e se propõe a enviar mensagens programadas para o futuro.

Através do Futuris é possível enviar mensagens com fotos e vídeos, escrever blogs alimentados no passado, construir álbuns de fotos que acompanhem seu envelhecimento e adicionar amigos para dividir essas informações.

Pela comunidade Futuris é possível agendar o recebimento de suas mensagens para até 50 anos da data de envio, parabenizar alguém por um aniversário que ainda não chegou, dividir com seus filhos, quando eles tiver a mesma idade que você tem, a sua experiência, e o que mais você tiver vontade de fazer agora, no futuro.

Você deve saber inglês e acreditar na sobrevivência da empresa.


About Us

Futuris is a privately funded startup with offices in the Downtown area of Curitiba, Brazil. Started as a side project in January of 2008, a timeless messaging service that works over multiple networks and devices.

How is Futuris built?

Our engineering duo works with a web application framework called Ruby on Rails. Our web site and user interface were designed using Photoshop.

We built Futuris using Ruby on Rails because it allows us to work quickly and easily–our team likes to deploy features and changes multiple times per day. Rails provides skeleton code frameworks so we don't have to re-invent the wheel every time we want to add something simple like a sign in form or a picture upload feature.

How do you make money from Futuris?

Futuris has many appealing opportunities for generating revenue but we are holding off on implementation for now because we don't want to distract ourselves from the more important work at hand which is to create a compelling service and great user experience for millions of people around the world.

While our business model is in a research phase, we spend more money than we make. As a result, making a conversation with you and yourself 30 years later possible has a lot of value to us.

A son can have more minutes of unseen moments with someone that's not here anymore is very compeling, so far, we are being able to afford the challenge since we have a New Media Company, that finances our cost.

Started with a concept, but we have travel across time and dimensions possible.

Join Us!



http://www.futuristk.com/

The world’s first formal machine-checked proof of a general-purpose operating system kernel

NICTA today announced the completion of the world's first formal machine-checked proof of a general-purpose operating system kernel, promising safety-critical software of unprecedented levels of reliability.

There is now a way to mathematically prove that the software governing critical safety and security systems in aircraft and motor vehicles is free of a large class of errors – long before the plane takes off or the car's engine starts.

The Secure Embedded L4 (seL4) microkernel, designed for real-world use, has potential applications in defence and other safety and security industries where the flawless operation of complex embedded systems is of critical importance.

"It is hard to comment on this achievement without resorting to clichés," says Professor of Computational Logic at Cambridge University's Computer Laboratory, Lawrence C Paulson. "Proving the correctness of 7,500 lines of C code in an operating system's kernel is a unique achievement, which should eventually lead to software that meets currently unimaginable standards of reliability."

"Formal proofs for specific properties have been conducted for smaller kernels, but what we have done is a general, functional correctness proof which has never before been achieved for real-world, high-performance software of this complexity or size," explains NICTA Principal Researcher Dr Gerwin Klein, who leads NICTA's formal verification research team.

(...)


Leia mais em

http://bit.ly/D2Ghf

ou, resumido em português, em

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=primeiro-sistema-operacional-100-livre-erros-esta-pronto&id=010150091020&ebol=sim


sábado, 24 de outubro de 2009

Transferência para a UTFPR

A UTFPR publicou o edital para o "Processo Seletivo de Transferência e Aproveitamento de Cursos de Graduação da UTFPR para o 1º semestre de 2010". As inscrições vão de 26/out/2009 a 06/nov/2009.


São várias vagas em diversos campi da UTFPR. Em Curitiba, na área de Computação,  são 9 vagas para Engenharia de Computação e 6 vagas para Sistemas de Informação.

Mais informações em

http://www2.utfpr.edu.br/futuros-alunos/transferencia-e-aproveitamento-de-curso


terça-feira, 20 de outubro de 2009

Jornal francês destaca investimento do Brasil em Educação

Do Portal do MEC:

O jornal francês Le Monde publicou duas reportagens sobre o ensino superior no Brasil. As matérias estão traduzidas e reproduzidas na seqüência e também em sua versão original.

Lula inventa a universidade brasileira do século XXI


São Paulo - Num cinturão operário de São Paulo, onde lançou sua carreira, o Presidente brasileiro implanta um campus para formar os engenheiros do amanhã

"Não, a universidade do ABC não tem nada a ver com os Jackson's Five!", se diverte Armando Milioni. ABC são as iniciais dos três municípios desta região industrial: Santo André, São Bernardo e São Caetano. "A UFABC é um estabelecimento criado em 2005 para inventar a universidade brasileira do século 21 e fornecer mais engenheiros ao Brasil", define o vice-reitor da nova universidade federal.


Leia mais em http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=14487

sábado, 17 de outubro de 2009

Democratização na USP: Entrevista com Francisco Miraglia, professor do IME-USP, candidato à reitoria da Universidade de São Paulo


"A democratização da estrutura de poder da Universidade de São Paulo (USP) é uma das principais necessidades da instituição na atualidade, avalia Francisco Miraglia, de 63 anos, professor titular do Instituto de Matemática e Estatística e candidato a reitor. Ele defende também que se discuta a adoção de cotas sociais pela universidade."

Leiam mais em

http://g1.globo.com/Noticias/Vestibular/0,,MUL1336583-5604,00-A+USP+PRECISA+DISCUTIR+COTAS+SOCIAIS+E+A+SUA+DEMOCRATIZACAO+INTERNA.html

ou

http://g1.globo.com/Noticias/Vestibular/0,,MUL1336583-5604,00.html

Carta da Professora Angela Siqueira à Coordenação de PG em Educação da UFF

(...)

Enfim, creio que venho cumprindo com o que me cabe como professora de uma universidade pública, desenvolvendo atividades de ensino, pesquisa, extensão, além representação em órgãos deliberativos internos. Não tenho a preocupação de buscar um "veículo qualis" para enviar um texto para publicação e nem de ter que obedecer uma definição heterônoma, mas já incorporado e aceita por todos os programas de pós-graduação, sobre quando, como e onde publicar. Mais ainda, não considero que essa seja a única ou mais importante forma de divulgar e colocar em debate o conhecimento produzido, seja pelos pares, pela sociedade ou pelos "ímpares".



Leia mais em http://bit.ly/1v9EiW

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Farinha de trigo, açúcar e cocaína, por Denis Russo Burgierman

Se um dia alguém resolver erigir um monumento em praça pública às boas intenções frustradas do pensamento científico, podia ser uma estátua monumental de um prato cheio de pó branco. Assim homenagearíamos de uma só vez três enganos cientificistas: a farinha de trigo refinada, o açúcar branco e a cocaína. Três pós acéticos e quase idênticos, três frutos do pensamento que dominou o último século e meio: o reducionismo científico. Três matadores de gente.

Não é por acaso que os três são tão parecidos. Todos eles são o resultado de um processo de "refino" de uma planta – trigo, cana e coca. Refino! Soa quase como ironia usar essa palavra chique para definir um processo que, em termos mais precisos, deveria chamar-se "linchamento vegetal" ou algo assim. Basicamente se submete a planta a todos os tipos de maus-tratos imagináveis: esmagamento entre dois cilindros de aço, fogo, cortes de navalha, ataques com ácido. Até que tenha-se destruído ou separado toda a planta menos a sua "essência". No caso do trigo e a da cana, o carboidrato puro, pura energia. No caso da coca, algo bem diferente, mas que parece igual. Não a energia que move as coisas do carboidrato, mas a sensação de energia ilimitada, injetada diretamente nas células do cérebro.




Leia mais em http://veja.abril.com.br/blog/denis-russo/saude/farinha-de-trigo-acucar-e-cocaina/

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Tem brasileiro no kernel (IV): acme cria nova syscall no Linux

Mesmo sem ser dotado de ufanismo no estilo Galvão Bueno de narrar ações de brasileiros, sempre fico feliz quando tenho oportunidade de noticiar os produtos dos desenvolvedores daqui, e é o caso de hoje, com a nova syscall criada pelo Arnaldo Carvalho de Melo (mais conhecido como acme), co-fundador da saudosa Conectiva e atualmente desenvolvedor na Red Hat, onde se ocupa, entre outros temas interessantes, da eficiência de transmissão (aumento do throughput, redução da latência, etc.) em redes de alta velocidade.

A nova syscall é a recvmmsg, e permite realizar em uma única chamada uma operação bastante comum (e mais custosa, se realizada da forma tradicional, com loops e polls): receber de uma vez só todas as mensagens que já estão em buffer, ou todas as que chegarem em um timeout dado. O LWN tem mais detalhes técnicos, para os interessados.

Leia mais em http://softwarelivre.org/rminformatica/blog/tem-brasileiro-no-kernel-iv-acme-cria-nova-syscall-no-linux

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Homenagem ao prof. Newton da Costa na UFSC

08/10 10:48> Homenagem ao Prof. Dr. Newton C. da Costa

O Prof. Newton C. da Costa, mundialmente famoso pelos seus estudos em lógica e atualmente professor visitante do Programa de Pós-graduação em Filosofia, será homenageado pelo Programa e pelo Departamento de Filosofia por ocasião dos seus 80 anos de vida. A homenagem será no Auditório do CFH, no dia 15 de Outubro, Dia do Professor, às 16 hs. O ilustre mestre irá proferir uma palestra sobre o tema "Lógicas não reflexivas". Convidamos a professores e alunos, e a toda a comunidade universitária, para esta merecida homenagem.

Fonte: http://www.cfh.ufsc.br/

Técnicas Ágeis para o Desenvolvimento de Software em Java

Público alvo

Profissionais e estudantes interessados em obter conhecimentos de técnicas ágeis para o desenvolvimento de software utilizando a linguagem Java.

Pré-requisito: Conhecimento básico de programação na linguagem Java.

Objetivo
Capacitar os participantes a dominar as técnicas e ferramentas preconizadas pelos métodos ágeis para o desenvolvimento de software no desenvolvimento em Java. Aprendendo estas técnicas, a produtividade do participante como desenvolvedor de software aumentará.


Realização

Local: UTFPR - Bloco B - Sala B-109

Turma de 21/11/09 a 05/12/09
Aos sábados, das 8h20 às 12h00

 

 

Carga horária:  12 horas-aula (cada hora-aula = 50 minutos)

Preço do curso:
R$ 210,00
 (inclui material didático, certificado e coffee-break)

 

Forma de Pagamento:  Boleto - 1 vez para  13/11/09

 

                                    

Observações:

  • Receberá o certificado o participante que tiver no mínimo 75% de freqüência.

  • No caso de não atingirmos um número suficiente de inscritos, a DIECE tem o direito de cancelar ou alterar/prorrogar a data do referido curso, restituindo integralmente o valor pago.

 

Instrutor

Adolfo Gustavo Serra Seca Neto

Doutor em Ciência da Computação (USP)

Mestre em Ciência da Computação (UFPE);

Bacharel em Ciência da Computação (UFAL);

Professor do Departamento de Informática (DAINF) da UTFPR - Campus Curitiba;

É também desenvolvedor de software, com experiência em empresas. Atualmente, desenvolve e mantém um software livre, o KEMS (http://github.com/adolfont/KEMS)


Conteúdo programático

  • Introdução a Métodos Ágeis;

  • Desenvolvimento Dirigido por Testes;

  • Testes Automatizados;

  • Testes Unitários;

  • Testes de Aceitação;

  • Programação Pareada

  • Refatoração.

 

Reserva de vaga e inscrição

Para fazer reserva de vaga ligue nos telefones: (41) 3310 - 4569 ou 3310 - 4571, e fique sabendo da data de validade de sua reserva.

Para fazer a inscrição venha até a Divisão de Cursos de Extensão da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Av. Sete de Setembro, 3165, esq. com Westphalen, preencher a ficha de inscrição e efetuar o pagamento, ou mande um e-mail para diece-ct@utfpr.edu.br solicitando sua inscrição.


"Seja inteligente e não use Agile", por Diego Pacheco

O artigo abaixo está dando o que falar...

Não concordo com vários argumentos do autor (principalmente com chamar "métodos ágeis" de agile), mas acho que vale a pena ler o que ele escreve:

"Você não precisa ser agile, você pode fazer um projeto e ter sucesso sem usar agile. Mais softwares foram feitos sem agile ou qualquer metodologia, leia-se AD-HOC, do que com métodos ágeis. Neste artigo gostaria de esclarecer os diversos enganos que os ditos "agilistas" erram quando falamos de processos tradicionais e desenvolvimento de software.

Em outro artigo vou falar dos pontos positivos, ou seja, do que é bom mesmo. Mas aqui vou focar nestes equívocos que as pessoas comentem - ou omitem de propósito. Vou falar de algumas falácias também...

Hoje em dia muitos colocam como os métodos ágeis sendo a única solução que funciona para o desenvolvimento de software.Será que isso é verdade, será que não existem outras opções? Será que esta é a única solução e será que isso funciona sempre e não tem defeitos?"


Leia mais em http://imasters.uol.com.br/artigo/14565/desenvolvimento/seja_inteligente_e_nao_use_agile/

E fiz um comentário lá mesmo:

Por que "Agile"?

Só não entendi porque você usou tanto o termo "Agile"? Mais de 20 vezes (pelas minha contas). O certo, na minha humilde opinião, seria usar "métodos ágeis" (ou "técnicas ágeis", dependendo do que você esteja querendo falar).

Sites sérios, como o da Agilcoop (http://agilcoop.org.br/), evitam usar o termo "Agile", a menos que estejamos nos expressando em inglês.

De fato, não há qualquer comprovação científica da eficiência de métodos ágeis. Nem de qualquer outro método para engenharia de software, que eu saiba. E é difícil fazer comprovação científica de qualquer destes métodos. Como fazer uma experiência duplo-cego comparando metodologias? Como alguém vai aplicar métodos ágeis ou RUP num projeto sem saber o que está aplicando???

Realmente é chato esse uso do termo "Agile" por marketeiros e interesseiros.

Mas ainda assim acho que os métodos ágeis são a coisa mais interessante que surgiu na Engenharia de Software nos últimos 20 anos, de longe.


Outros argumentos contra o Qualis, por Armando G.M. Neves

Algumas semanas atrás troquei com meus colegas do Depto. de Matemática da UFMG uma série de mensagens em que me manifestava contra o Qualis e sugeria que a melhor forma de melhorá-lo era acabar com ele. Reproduzo aqui com algumas modificações o conteúdo da última mensagem que enviei: Caros colegas, Talvez eu tenha sido meio enfático demais em minha proposta e talvez até não tenha sido levado a sério por causa disto. Mas tenho uma proposta concreta para melhorar o Qualis: acabar com ele. Seguem aqui alguns argumentos sérios para isto e que podem ser colocados em um documento bem embasado a ser apresentado à Capes.


Leia mais em http://bit.ly/2ESvHX

ou em
http://www.observatoriodauniversidade.blog.br

Equipe do DAINF na Final Brasileira da Maratona de Programação

Notícia no e-Campus Curitiba, Ano1, Número 9, de 06 a 12 de outubro de 2009:

Link: http://informativo.ct.utfpr.edu.br/leia_mais.php?pub=9&noticia=2

A equipe Sudo Make a Sandwich, formada pelos alunos do curso de Engenharia de Computação, Alexandre Marin, Lucas Campiolo Paiva e Luiz Ribeiro foi a primeira colocada na sede Curitiba, da primeira fase da Maratona de Programação 2009. Com esse resultado, conseguiram a classificação para a final brasileira. A equipe foi orientada pelo professor João Fabro, coordenador do treinamento das equipes pelo Departamento Acadêmico de Informática (DAINF).

A Maratona de Programação é uma competição de programação que se destina a alunos de cursos de graduação e início de pós-graduação na área de Computação e afins (Ciência da Computação, Engenharia de Computação, Sistemas de Informação, Matemática, etc).

A competição proporciona aos alunos incentivo à criatividade, capacidade de trabalho em equipe, busca de novas soluções de software e habilidade de resolver problemas sob pressão.

A primeira fase da Maratona aconteceu em 19 de setembro de 2009. Quatro equipes do DAINF participaram da sede Curitiba. Três das equipes do DAINF ficaram entre as 5 melhores da sede (Regional Curitiba). E, entre as 9 melhores, 4 eram do DAINF. Ao todo, 12 equipes participaram da sede Curitiba.

A final brasileira acontecerá em Campinas, São Paulo, nos dias 23 e 24 de outubro de 2009.

------------
A notícia original, no site do DAINF, está em:

http://200.134.10.12/dainf/ExibeNoticias.php?noticia=34190&p_operacao=Ver

sábado, 10 de outubro de 2009

Traumatizadas com talidomida, grávidas rejeitam vacina contra H1N1

É isso mesmo. Na dúvida é melhor não arriscar. Um dos princípios da Medicina, que muitos médicos aparentemente não seguem, é o Princípio da Não-Maleficência (ver http://en.wikipedia.org/wiki/Primum_non_nocere - "given an existing problem, it may be better to do nothing than to do something that risks causing more harm than good.").

---------------------
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/equilibrio/noticias/ult263u635889.shtml
09/10/2009 - 12h08

Traumatizadas com talidomida, grávidas rejeitam vacina contra H1N1

ANNE DRAPKIN LYERLY
MARGARET OLIVIA LITTLE
RUTH R. FADEN
especial para o New York Times

Mulheres grávidas são inundadas com conselhos sobre o que devem evitar: cafeína, tinta, queijo, sushi. Mesmo quando as evidências de possíveis danos são fracas ou puramente teóricas, a principal advertência é: "Não tome, não use, não faça".

Leia mais em http://www1.folha.uol.com.br/folha/equilibrio/noticias/ult263u635889.shtml

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Apoio financeiro do CNPq a pesquisas sobre promoção da qualidade de vida...

Fonte: http://www.cnpq.br/editais/ct/2009/058.htm

O presente Edital tem por objetivo selecionar propostas para apoio financeiro a projetos que visem contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico do País, no tema "Envelhecimento, Trabalho e Saúde: Promoção da qualidade de vida da população brasileira por meio de atividade física, ocupacional e linguagem". As propostas devem observar as condições específicas estabelecidas
na parte *II –* REGULAMENTO<http://www.cnpq.br/editais/ct/2009/058.htm#regula> ,* *anexo a este Edital, que determina os requisitos relativos ao proponente, cronograma, recursos financeiros a serem aplicados nas propostas aprovadas, origem dos recursos, itens financiáveis, prazo de execução dos projetos, critérios de elegibilidade, critérios e parâmetros objetivos de julgamento e demais informações necessárias.

*II.1.2. CRONOGRAMA*
Lançamento do Edital no *Diário Oficial da União* e na página do CNPq       1º/10/2009
Data limite para submissão das propostas     16/11/2009
Divulgação dos resultados no Diário Oficial da União e na página do CNPq na internet  a partir de 1º/12/2009
Início da contratação das propostas aprovadas a partir de 11/12/2009

Mais informações no link acima...

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

O Novo Qualis, que não tem nada a ver com a ciência do Brasil. Carta aberta ao presidente da CAPES, por Mauricio Rocha-e-Silva

Mauricio Rocha-e-Silva

Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – São Paulo/SP, Brazil. mrsilva36@hcnet.usp.br

 

 

Professor Doutor Jorge Guimarães
DD Presidente, CAPES
São Paulo, 2 de agosto de 2009.

Meu caro Jorge

Você já viu, não é, o Novo Qualis está dando pano pra mangas! Até rendeu excelente matéria em "O Estado de São Paulo" sob o sugestivo título Ranking coloca revistas científicas brasileiras em 'risco de extinção'.1 Entrevistado, você disse "não concordar com algumas mudanças como a limitação do número de revistas que podem ser classificadas num determinado estrato." Viva! O Senhor Presidente começou a ver o problema! Infelizmente você adotou um tom de crítica ultraleve, para minimizar, como mero detalhe, esta que é a mais perversa das invenções do Comitê dos Numerólogos Alienados (CNA). Desculpe-me, mas inventei esta sigla porque siglas estão na moda e porque me recuso a lembrar o nome oficial do Comitê. Ao decidir que apenas 25% dos periódicos do mundo são dignos de figurar no Qualis A, os Alienados estabeleceram, talvez sem notar, curiosa e inevitável conseqüência matemática: o valor limite para cada área foi fixado por numerologia, sem nenhuma relação com a realidade da respectiva produção científica.

(...)
uma boa coleção de revistas autóctones é, cada vez mais, imperativo de soberania científica nacional.(...)

O novo Qualis não é uma decisão de mérito! É uma decisão política! Antes de ser promulgado, teria que ser discutido pela comunidade.

(...)

Leia mais em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1807-59322009000800002&lng=e&nrm=iso


Novos cursos da área de Computação na UTFPR

A partir do primeiro semestre de 2010, teremos dois novos cursos da área de Computação na UTFPR (ver links abaixo para publicação do processo seletivo - que será exclusivamente pelo ENEM, no Diário Oficial da União):

Engenharia de Computação no Campus Cornélio Procópio:
http://www.in.gov.br/imprensa/visualiza/index.jsp?data=05/10/2009&jornal=3&pagina=61&totalArquivos=192

Ciência da Computação no Campus Ponta Grossa:
http://www.in.gov.br/imprensa/visualiza/index.jsp?jornal=3&pagina=62&data=05/10/2009

Estes cursos vêm se juntar aos seguintes cursos já em funcionamento nos diversos campi da UTFPR:
  • Tecnologia em Sistemas para Internet - Campus Campo Mourão
  • Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas - Campus Cornélio Procópio
  • Engenharia de Computação - Campus Curitiba
  • Sistemas de Informação - Campus Curitiba
  • Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas - Campus Medianeira
  • Engenharia de Computação - Campus Pato Branco
  • Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas - Campus Pato Branco
  • Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas - Campus Ponta Grossa
Para obter informações sobre estes e demais cursos acesse http://www.utfpr.edu.br


domingo, 4 de outubro de 2009

Homenagem a De Plácido e Silva

Da coluna "O que se passa na sociedade", de Juril Carnasciali na Gazeta do Povo:

"O JURISTA OSCAR JOSEPH DE PLÁCIDO E SILVA será homenageado pelas Faculdades Santa Cruz, que darão o nome do estudioso ao Núcleo de Prática Jurídica da instituição, lembrando sua vida e obra, que ainda hoje permanecem atuais. Na ocasião, o Prof. René Dotti proferirá palestra sobre "Mandados Constitucionais de Criminalização". Será amanhã, no campus da instituição."

Site das Faculdades Santa Cruz: http://www.santacruz.br/
Página sobre Oscar Joseph de Plácido e Silva na Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Oscar_Joseph_de_Plácido_e_Silva




sábado, 3 de outubro de 2009

A Técnica Pomodoro

Se você ler The Death of Multitasking and Rebirth of Unitasking, e concordar que "Unitasking is the new way", vale a pena experimentar a técnica Pomodoro. Leia mais sobre ela em:

--- The Pomodoro Technique
If you read The Death and Rebirth of Multitasking Unitasking of, and agree that "Unitasking is the new way", is worth trying the technique Pomodoro.
Read more about it at:

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Mestrado e Doutorado no IME/USP

**************************************************************************
                      PÓS-GRADUAÇÃO no IME-USP

           DOUTORADO E MESTRADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

                     UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
**************************************************************************

As inscrições para o mestrado em Ciência da Computação no IME-USP estão
abertas e encerram-se em 31 de outubro. As inscrições para o doutorado são
aceitas em fluxo contínuo.

Informações gerais sobre o programa de pós-graduação:

http://www.ime.usp.br/dcc/posgrad

*************************************************************************

As principais áreas de pesquisa do Departamento de Ciência da
Computação do IME-USP são as seguintes:

   * Banco de Dados
   * Bioinformática
   * Combinatória
   * Computação Gráfica
   * Computação Paralela
   * Computação Musical
   * Criptografia
   * Engenharia de Software
   * Inteligência Artificial
   * Lógica Computacional
   * Otimização Combinatória
   * Otimização Contínua
   * Processamento de Imagens
   * Reconhecimento de Padrões
   * Sistemas Distribuídos
   * Sistemas Colaborativos
   * Sistemas Tutores Inteligentes
   * Software Livre
   * Teoria dos Autômatos
   * Teoria dos Grafos
   * Visão Computacional

*************************************************************************

Alguns dos projetos de pesquisa do departamento estão descritos em:

http://www.ime.usp.br/projetos/busca_projetos.php?epoca=arquivo&c=depto&q=mac

Para mais informações, entrem em contato com a secretaria de pós-graduação:

                   Telefone: (+55 11) 3091-6122
                   Fax: (+55 11) 3091-6200
                   E-mail: seccpg@ime.usp.br
 

Fórum de Software Livre do CINDACTA II

O 1º Fórum de Software Livre do CINDACTA II será realizado pela Subdivisão de
Tecnologia da Informação (STI) do CINDACTA II, nos dias 06, 07 e 08 de outubro
de 2009, no auditório 14-Bis do CINDACTA II.

O fórum pretende estimular o debate em torno do uso de ferramentas livres e a
migração de ambientes corporativos para essa plataforma. O objetivo é
proporcionar o compartilhamento de soluções entre órgãos da administração
pública e da sociedade civil organizada, contribuindo para o aprimoramento das
políticas de migração para software livre, baseadas em padrões abertos.

Maiores informações acessem
http://www.cindacta2.com.br/fslc/

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Mestrado e Doutorado na UTFPR - Inscricoes de 01/10/09 a 20/11/09

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA
INDUSTRIAL - CPGEI
UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ - UTFPR
Inscrições: 01 de outubro a 20 de novembro

Site do programa http://www.cpgei.ct.utfpr.edu.br

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática
Industrial da Universidade Tecnológica Federal do Paraná foi criado em
1988 e acumula hoje uma experiência de 22 anos em pesquisa e
desenvolvimento. Durante sua história, já foram defendidas mais de 510
dissertações de mestrado. No doutorado, iniciado em 1999, o número de
teses defendidas é superior a 50.

O Programa obteve conceito 4 na avaliação da CAPES referente ao
triênio 2004–2006 e destaca-se pela cooperação internacional e pelos
projetos desenvolvidos em conjunto com o setor produtivo.

Linhas de pesquisa:

Engenharia Biomédica:
- Biotelemetria
- Engenharia Hospitalar
- Engenharia de Reabilitação
- Informática Aplicada à Engenharia Biomédica
- Processamento de Sinais e Imagens
- Ressonância Magnética
- Sensores e Instrumentos com Aplicação Biomédica

Informática Industrial:
- Automação Industrial e Controle de Processos
- Engenharia de Software aplicada a Sistemas de Tempo Real
- Processamento de Imagens e Visão por Computador

Telemática:
- Comunicações Ópticas
- Comunicações sem Fio
- Redes de Computadores
- Teoria da Informação e Codificação

Endereço do CPGEI:
UTFPR - CPGEI
Avenida Sete de Setembro, 3165
80230-901 Curitiba PR
Tel. (41) 3310 4680
Fax (41) 3310 4683


segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Coritiba faz homenagem aos 100 anos da UTFPR


Fonte: http://www.coritiba.com.br/site/index.php?pag=noticias&n_cod=9709&n_titulo=Coxa-faz-homenagem-aos-100-Anos-da-UTFPR

23/09/2009 - 15h27
Coxa faz homenagem aos 100 Anos da UTFPR

Instituição comemora Centenário no mesmo ano do Coritiba e recebe homenagem do Verdão

Nesta quarta-feira (23) a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) completa 100 Anos. Também fundada em 1909, a UTFPR recebeu homenagem do Coritiba Foot Ball Club, que irá comemorar seu Centenário no próximo 12 de outubro.

O presidente Jair Cirino dos Santos esteve presente no show do Homero Reboli (autor do hino do Coritiba e ex-aluno da UTF-PR) e Eliane Basso, que faz parte das comemorações da instituição e entregou uma flâmula dos 100 Anos do Coxa para o diretor do Campus de Curitiba, Flávio de Oliveira Schifler Filho, e uma camisa para Regino Reboli, que foi funcionário da instituição e jogou no Coxa na década de 30, inclusive tendo feito gol na decisão do Paranaense de 35.

"É uma honra homenagear uma instituição com tanta história e responsável pela educação de muitos paranaenses", revela o presidente Jair Cirino. "A UTFPR começou humilde há 100 anos e hoje é uma referência no ensino tecnológico e não há onde se vá que não se conheça a instituição", completa o presidente.


Notícias sobre os 100 anos da UTFPR (do Google Notícias)

UTFPR completa um século de ensino

Paraná-Online (Assinatura) - ‎23/09/2009‎
A Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) completou ontem 100 anos de fundação, com uma série de comemorações. As atividades ocorreram em todos ...

UTFPR chega aos 100 anos e promete expansão

Gazeta do Povo - ‎23/09/2009‎
O principal presente para a comunidade na comemoração do aniversário de 100 anos da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) é a promessa de ...

UTFPR quer mais mil alunos em três anos

Jornal da Manhã - ‎23/09/2009‎
A Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), que comemora hoje o centenário da instituição, traça novos planos de investimento em Ponta Grossa. ...

EDITORIAL: A importância de uma Universidade Federal

Jornal da Manhã - ‎23/09/2009‎
A Universidade Tecnológica Federal do Paraná é um exemplo de persistência, competência e vínculo com a realidade. Tanto empresas, quanto outras ...

UTFPR celebra 100 anos de história

Gazeta do Povo - ‎21/09/2009‎
Quando foi criada, em 1909, como Escola de Aprendizes Artífices, a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) tinha muito pouco a ver com sua versão ...



Símbolos em Latex para construir fórmulas em Lógica

Aqui vão alguns comandos que defino para simplificar a digitação de símbolos utilizados na construção de fórmulas lógicas em Latex:
\newcommand{\TOP}{\top}
\newcommand{\BOT}{\bot}
\newcommand{\NOT}{\neg}
\newcommand{\CONS}{\circ}
\newcommand{\INCONS}{\bullet}
\newcommand{\IMP}{\to}
\newcommand{\AND}{\wedge}
\newcommand{\OR}{\vee}
\newcommand{\BIMPLI}{\leftrightarrow}
\newcommand{\XOR}{\otimes}
\newcommand{\T}{\begin{tt}T\end{tt}\, }
\newcommand{\F}{\begin{tt}F\end{tt}\, }
\newcommand{\x}{\ensuremath{\times}}
\newcommand{\BIGOR}{\bigvee}
\newcommand{\BIGAND}{\bigwedge}
\newcommand{\CR}{\vdash}
\newcommand{\SR}{\models}
\newcommand{\EQUALDEF}{\stackrel{\mbox{\tiny def}}{=}}

Veja exemplos de uso em :



100 anos da UFPR (em 2012)

A UTFPR acaba de completar 100 anos. A próxima a completar 100 anos será a UFPR, em 2012. Elaborei um artigo (em permanente atualização) na Wikipédia sobre o primeiro aluno e primeiro funcionário da UFPR: Oscar Joseph de Plácido e Silva. Espero que durante as comemorações dos 100 anos da UFPR lembrem-se dele. A propósito, a foto acima foi doada a mim por Juril Carnasciali, jornalista da Gazeta do Povo e filha de De Plácido e Silva.

Artistas Premiados no Prêmio Sergio Motta

Recebi o email abaixo de Ana Laura Mello sobre o Prêmio Sergio Motta:


---------- Forwarded message ----------
From: Ana Laura Mello

(...)
O Prêmio Sergio Motta – ja esta em sua 8a ediçao -  e pode ser considerado uma das premiaçoes mais bacanas acontecendo por aqui.

 
Um Prêmio totalmente dedicado à arte, cultura e tecnologia, incentivando a produçao cultural e enaltecendo a nossa diversa a gama de artistas nesses segmentos.


         O Prêmio Sergio Motta integra um conjunto de ações desenvolvido pelo Instituto Sergio Motta desde 2000. Voltadas para a pesquisa e o fomento da arte que envolve novas tecnologias do Brasil, elas incluem o festival universitário Conexões Tecnológicas, a série de workshops Territórios Recombinantes, festivais e outras ações on-line.


         Com diretoria artística da pesquisadora, curadora e artista Giselle Beiguelman, o Prêmio Sergio Motta se dirige a criadores que trabalham na confluência de arte, ciência e tecnologia. Em quase dez anos, contemplou mais de 50 artistas e distribuiu R$ 1 milhão em prêmios.

         O critério de seleção do 8º PSM privilegiou os criadores que lançam um olhar crítico para os usos da tecnologia na sociedade contemporânea e incorporam/criam práticas para estimular a democratização de ferramentas e ampliar as possibilidades de difusão para além do circuito consolidado.

 
         Os portfólios inscritos foram selecionados por uma comissão composta por Mabuse (pesquisador e artista  multimídia), Marcus Bastos (professor da PUC-SP e artista multimídias) e Yara Guasque (professora da UDESC e artista multimídia). 


        Em 2009,  Arthur Omar, Gisela Motta e Leandro Lima, Rejane Cantoni, Camila Sposati e Fernando Velázquez, Fernando Rabelo, Jarbas Jácome e Carlos Fadon Vicente são os artistas contemplados pelo 8º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia.  Os primeiros recebem os quatro prêmios da categoria Meio de Carreira; Fernando Rabelo e Jarbas Jácome são os contemplados na categoria Início de Carreira; e Carlos Fadon Vicente, pioneiro das experimentações envolvendo tecnologias digitais no Brasil, é o premiado hors concours.

 

         O júri de premiação 2009 foi formado por Moacir dos Anjos (crítico, curador e pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco), Claudia Gianetti  (crítica e curadora de arte digital e novas mídias), Ronaldo Lemos (coordenador do Centro de Tecnologia e Sociedade da Escola de Direito FGV-RJ e do projeto Creative Commons no Brasil), Ricardo Oliveros (arquiteto, jornalista e curador) e Fernanda Takai (vocalista da banda Pato Fu). Pela primeira vez na história do Prêmio, a comissão analisou o conjunto da obra dos selecionados, e não trabalhos específicos


         A cerimônia de premiação será realizada nos dias 3 e 4 de novembro, durante o Fórum A&T | Perspectivas Críticas em Arte e Tecnologia, em São Paulo.

 Além do site,(www.ism.org.br),  o PSM tem um blog também com um conteúdo mega bacana. A URL é blog.premiosergiomotta.org.br

 
Para saber mais sobre o PSM:


Home ISM: http://www.ism.org.br/

Exposição on-line dos premiados no Flickr: http://www.flickr.com/photos/psmotta/sets/72157622262600225/

Vídeos dos premiados no YT: http://www.youtube.com/view_play_list?p=262262B2FFEE210C

Entrevista da GB no Blog ISM: http://blog.premiosergiomotta.org.br/2009/09/17/8%C2%BA-premio-sergio-motta/


Ana Laura Mello
Remix Social Ideas
@djmulher


--- Artistas premiados ---

8º  Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia 
Artistas premiados 
 
 
Hors concours 
 
Carlos Fadon Vicente (São Paulo, 1945) 
 
Arte eletrônica e fotografia são as vertentes de pesquisa e criação do artista, que começou criando ensaios fotográficos sobre a paisagem urbana, na década de 70, e foi pioneiro no uso da computação gráfica como sistema de construção e manipulação de imagens, nos anos 80. Seus experimentos estiveram em mostras históricas como A Trama do Gosto (Fundação Bienal de São Paulo, 1987) e em individuais e coletivas no Brasil, EUA, Inglaterra, Espanha e México. Graduado em engenharia civil pela Escola Politécnica e em artes plásticas pela ECA/USP e mestre em artes pela The School of the Art Institute of Chicago, foi artista residente em instituições voltadas para as artes interativas e tecnológicas no País de Gales e na Inglaterra.  
 
 
 
Categoria Meio de Carreira 
 
Prêmio 1 
 
Arthur Omar (Poços de Caldas, MG, 1948) 
 
Formado em antropologia e etnografia, desenvolveu novos métodos de antropologia visual em documentários epistemológicos, instalações e livros em que trata de temas como Carnaval, Amazônia e manifestações religiosas no Afeganistão. Seus trabalhos foram tema de retrospectivas no Museu de Arte Moderna de Nova York, em 1999, e no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio e em São Paulo, em 2001, e estiveram em mostras como a Bienal de Havana (2000), a feira madrilenha Arco (2000, 2003 e 2007), o 16º Videobrasil (2007) e na Feira de Arte de Basel (2007). 
 
 
Prêmio 2 
 
Gisela Motta e Leandro Lima (São Paulo, 1976) 
 
Experimentações com a percepção tempo-espaço e conflitos que surgem não apenas da transição real-digital como do próprio processo de criação em conjunto marcam as propostas da dupla de artistas, que trabalha sobretudo com vídeo e meios eletrônicos. Com formação em artes visuais pela Fundação Armando Álvares Penteado (SP), os dois estiveram na 10ª. Bienal de Havana (2009), no festival Videoformes (França, 2009), na 1ª. Bienal del Fin del Mundo (Argentina, 2007), no Microwave Festival (Hong Kong, 2007) e no 15º. Videobrasil (São Paulo, 2005), entre outras mostras. 
 
 
Prêmio 3 
 
Rejane Cantoni (São Paulo, 1959) 
 
As limitações técnicas no processo de tradução de pensamentos desafiam a artista. Pós-doutora em Cinema, Rádio e Televisão pela USP e mestre em Visualização e Comunicação Infográficas pela Universidade de Genebra, ela vem se dedicando a experimentar com interfaces áudio-tátil-visuais. "Há sempre um descompasso entre a idéia ou o filme que roda na minha cabeça e aquele que as máquinas pré-configuradas estão programadas para produzir", diz. "Com a tecnologia, desenho e desenvolvo ferramentas que simulam o que quero experimentar, como, onde e com quem."  
 
 
Prêmio 4, dividido entre os artistas: 
 
Camila Sposati (São Paulo, 1972) 
 
A energia é o combustível do trabalho da artista, mestre em Belas Artes pela Goldsmiths College of London, pós-graduada em fotografia pelo Centro di Ricerca de la Fotografia em Pordenone, Itália, e formada em história pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC). "Pensar na segunda Lei da Termodinâmica é importante no meu trabalho porque me interesso pela transformação da energia", diz. Seus vídeos e fotografias estiveram em mostras na Tate Modern (Londres, 2007), Centro Cultural São Paulo e Paço das Artes (SP, 2007). 
 
 
Fernando Velázquez (Montevidéu, 1970) 
 
Estruturas invisíveis do cotidiano ganham forma em pintura, instalação, objeto, vídeo e programações off-line e online pelas mãos do artista uruguaio, que vive no Brasil desde 1997. As tensões da vida em sociedade e o modo como se estruturam identidades inspiram suas criações, as mais recentes baseadas em pesquisas sobre auto-retratos e paisagens. Participou de eventos como o FILE (SP) e a Bienal de Tessalônica (Grécia) em 2009, e está no elenco da 7ª. Bienal do Mercosul, em Porto Alegre. 
 
 
 
Categoria Início de Carreira 
 
 
Prêmio 1  
 
Fernando Rabelo (Belo Horizonte, 1975) 
 
Animação, ilustração, projetos educativos, instalação, intervenção e vídeo se articulam na obra do artista, que gosta de recriar possibilidades tecnológicas de forma propositiva e irônica. "O que considero importante é que a arte, para além das questões experimentais, possibilita a crítica ou o pensamento que ultrapassa as apropriações puramente técnicas ou industriais", afirma. É autor de obras como Insônia (2003), animação interativa que recebeu menção especial do Festival du Film de l´Internet, na França, e do projeto Des:echo, composto de instalações que utilizaram material eletrônico encontrado pelas calçadas de Madri. 
 
 
 
Prêmio 2 
 
Jarbas Jácome (Natal, 1982) 
 
Compositor, guitarrista, programador e pesquisador, mestre em ciência da computação pelo Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco, usa linguagens de computação para expôr os limites da representação no mundo digital. Da combinação entre o propósito de criar melodias e o de investigar o alcance da tecnologia surgiram criações como o ViMus, software livre que desenvolve desde 2004 e que utiliza em instalações, performances e outras apresentações ao vivo. Esteve em mostras como as edições 2008 e 2009 do FILE (São Paulo e Rio).










Receba as postagens deste blog por email