quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Por que você pratica Corrida-Transporte?


Já escrevi aqui várias vezes que pratico corrida-transporte. Para quem não sabe do que se trata, aqui vai minha Definição de Corrida-Transporte:

Corrida-Transporte é o uso da corrida como meio de transporte para ir de um ponto A a um ponto B. A Corrida-Transporte acontece em substituição ao uso de carro, ônibus, metrô, bicicleta ou mesmo da caminhada como meio de transporte.  A Corrida-Transporte pode ser utilizada para ir ao trabalho, para ir para a escola, para ir para o supermercado, para ir até um ponto de ônibus ou estação de metrô/trem, ou até mesmo para ir até um ponto onde você estacionou seu carro. Ela difere, portanto, da prática usual de treino de muitos corredores, que geralmente começam e terminam seu treino no mesmo ponto.
A Corrida-Transporte é uma prática da mesma categoria das seguintes: Caminhada-Transporte, Ciclismo-Transporte, Skate-Transporte, etc. Todas estas práticas juntas fazem parte de uma categoria maior: o Treino-Transporte



Perguntei a alguns colegas de prática (inclusive ao que talvez seja o pioneiro na divulgação da prática aqui no Brasil), por que eles praticam Corrida-Transporte. Abaixo as respostas:


Marcos Viana "Pinguim"
Porque acho mais prático que o ciclismo-transporte e também pelo motivo de ser ultramaratonista. É praticamente uma simbiose, quanto mais ultamaratona eu faço mais corrida-transporte eu consigo fazer e vice-versa!!! É unir o útil ao agradável!!! 

Pinguim sendo entrevistado pela TV Gazeta SP
Pinguim correndo em SP na reportagem da TV Gazeta SP

Pinguim correndo em SP na reportagem da TV Gazeta SP




A Vanessa Hikari respondeu:
Acho que a corrida transporte é uma forma de aliar o treino com a corrida como meio de transporte sem riscos de ser atropelado.

E a Vanessa indicou este vídeo (Treino Básico Funcional para Iniciantes - Comece a treinar calistenia!):


E complementou:

Meu sonho é fazer tudo ao ar livre e sair da academia...

E o Wellington Oshiro  disse:
Pra mim pode ser uma das alternativas para mobilidade urbana, porque ela é mais econômica, ecológica, serve para lazer e prática de atividade física. Ela traz muita vantagem sobre os automóveis. Quando você anda de carro nas grandes cidades, pega trânsito e contribui com a poluição do ar. A corrida-transporte é muito natural porque você está praticando atividade física e contribuindo com o meio ambiente ao mesmo tempo. É muito melhor ainda do que provas de rua convencionais porque vc não se preocupa com horário de largada e correr na pista monótona. A corrida-transporte é muito vantajosa pois você pode correr onde quiser e em qualquer horário.








Eu gosto de fazer corrida-transporte pois me permite conciliar mais facilmente meus treinos de corrida com meu dia-a-dia. Não preciso ficar acordando de madrugada para treinar, como alguns fazem. A corrida-transporte me permite conhecer a cidade de uma forma diferente. E também me dá mais flexibilidade ao pegar ônibus. Normalmente, quando eu pratico corrida-transporte, eu não me locomovo apenas correndo. Eu corro até certo ponto e de lá pego um ônibus; ou o contrário.

Mas é claro que existem desafios à prática da corrida-transporte, que vamos comentar num futuro post.



Quero-queros atacando


Hoje fui treinar na pista da Universidade Positivo (não era o plano - decidi na hora treinar lá). A ideia nem era fazer corrida-transporte. Mas não me deixaram treinar. Quem? Os quero-queros.

Uma quero-quero fêmea provavelmente estava chocando e quando eu chegava perto de uma área o macho vinha voando na minha direção.


Mas o macho era esperto o suficiente para não tocar em mim. Resultado: uns tiros aqui e ali (fugindo do quero-quero) e no final fui treinar no Lago da Universidade.





Pesquisando rapidamento no Google é fácil encontrar explicações para a atitude do quero-quero:



E exemplos de ataques. Este aqui foi durante um jogo de futebol:


4 comentários:

  1. Eu tenho muita vontade de praticar corrida transporte. Gostaria de ir trabalhar de bicicleta. Mas confesso que sempre tenho a dúvida de qual a bicicleta ideal. Nas pesquisas que fiz (foram rápidas, confesso), não achei um consenso.

    Sobre a frase da Vanessa: Também tenho esse sonho. Já consegui me livrar da esteira definitivamente. Agora, os exercícios de fortalecimento eu queria achar uma forma mais prática.

    Adorei o post professor, abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também entendo pouco de bikes, Ralph!
      Quando uso, uso a que minha esposa tinha. Uma Monark bem antiga.
      Abraços.

      Excluir
  2. Adolfo, uma sugestão: ao invés de treino-transporte, nomear essas modalidades como Transporte Ativo. Segue definição da expressão de uma ong que leva o mesmo nome:

    Transporte ativo = meios de transporte à propulsão humana: Bicicletas, pedestres, triciclos, patins, skates, patinetes, cadeiras de rodas… Tudo o que permite a mobilidade das pessoas apenas pela força de seu corpo, sem auxílio de motores.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pela sugestão, Renato!
    Não conhecia o termo.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Não uso verificação de palavras.

Receba as postagens deste blog por email