terça-feira, 3 de julho de 2007

Duas sugestões culturais

Olá a todas/os Aminado pelo interesse que um de vocês mostrou em ir à ópera que recomendei e pediu detalhes, envio mais duas sugestões culturais: 1. Exposição "Darwin" no MASP. Está muitíssimo interessante (apesar de eu achar que se tivessem separado em seções distintas os painéis sobre a vida privada dele, sobre a viagem no Beagle e sobre cada um dos aspectos de sua teoria e assuntos correlatos, teria sido mais didática e clara). Espero que todos vocês possam encará-la criticamente, isto é, como teoria especulativa científica e não como verdade científica, o que claramente a exposição quer induzir. Foi muito interessante notar em um painel que Thomas Huxley encantou-se com a teoria de Darwin e defendeu-a fervorosamente em parte por que ela era extremamente simples. Ora, quem não reconhece a extrema complexidade da natureza e de todos os seus processos, deve realmente ter uma mente fervorosamente simplista... É uma pena que não tenha havido menção das observações que Darwin faz de si próprio no fim de sua vida. Se não me falha a memória (a referência está em minha residência em São Paulo), em uma carta ao seu sobrinho ele lamentou a perda de sua sensibilidade artística, pois havia se transformado em um sistema de coletar dados e tirar conclusões objetivas a partir deles (lembro que esses "dados" são literais no original, e extremamente atuais!). Ele descreve que Shakespeare agora o "enojava" (sic) e escreveu que, se pudesse começar novamente, faria questão de ler uma poesia por dia, para não perder aquela sensibilidade. Ele foi um extraordinário observador, e dever-se-ia levar a sério a observação que ele faz de si próprio. 2. Não deixem de assistir a peça "A Graça da Vida", com a experiente Nathalia Timberg, no teatro Vivo, do outro lado da avenida em relação ao Shopping Market Place (que fica em ao lado do Shopping Morumbi) -- pode-se estacionar no próprio Market Place. Eu assisti anteontem (6a. feira) a primeira apresentação, que foi excelente; imaginem daqui umas 10 ou 20... É fantástico como o autor conseguiu transformar um tema seríssimo como a doença de Alzheimer (pronunciada erradamente como Alzáimer, am lugar de Altsháimer, com h expirado) em uma comédia tocante, envolvendo uma esperançosa fantasia de cura. Clientes do Banespa têm 40% de desconto (os estudantes não precisam disso...) -- é só ver na home page do banco. aaaaaaaaaaaaaaaaaaa, Val.
-- Valdemar W. Setzer - Dept. of Computer Science, University of São Paulo http://www.ime.usp.br/~vwsetzer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Não uso verificação de palavras.

Receba as postagens deste blog por email