sexta-feira, 6 de abril de 2012

Circuito da Lua Cheia - 4ª etapa 2012



Participei nesta quarta-feira (4 de abril de 2012) da 4ª etapa em 2012 do Circuito da Lua Cheia.

Foto pegando a lua quase cheia e, embaixo, o local da largada.

Para quem não conhece, o Circuito da Lua Cheia é uma série de corridas que sempre acontece no Parque Tingui (veja mais aqui). Acontece todo mês. Segundo os organizadores, esta foi a 50a. etapa desde seu início e com isso o Circuito da Lua Cheia tornou-se a corrida mais executada (isto é, que teve mais edições) no estado do Paraná.

Esta corrida foi especial para mim por vários motivos. Exatamente em 4 de abril de 2011 (um anos atrás) comecei a treinar corrida, no Colégio Positivo Júnior, com o professor João Batista, num grupo aberto para os pais e mães do Colégio. Uma excelente iniciativa que deveria ser seguida por outras escolas.

Nosso grupo esteve lá em peso: 8 participantes. Uma das mães chegou até a conseguir o pódio na sua faixa etária (3o. lugar) e algumas outras mães ficaram no Top-10 de suas categorias. Eu fiquei em 11o. na minha faixa etária.

Medalha da quarta etapa 2012 do Circuito da Lua Cheia


Foi a primeira corrida em que minha filha foi comigo (e graças a Deus duas amigas do grupo levaram seus familiares que puderam ficar com minha filha enquanto eu corria). Ela só não me viu chegar pois eu corri os 8,6km e ela ficou me procurando na chegada dos 4,3km. Mas tudo bem, na próxima ela me vê.

Meu tempo foi de 43:35, isto registrado pelo meu relógio. O tempo oficial foi de 43:52. Esta diferença acontece porque no Circuito da Lua Cheia só tem tapete de cronometragem no final e não no início. Portanto não há tempo líquido.

Registrei a corrida também no RunKeeper. Dá para ver que a altimetria da corrida é relativamente "desafiadora": 164m. Como sempre aciono o RunKeeper antes da largada e desligo depois da chegada, o tempo e a distância são maiores do que os oficiais. Além disso, o registro de distância por GPS é sempre falho, é apenas uma aproximação do real.

Corri usando meu par de Vibram FiveFingers KSO. O parque não é totalmente iluminado e parte dele estava em obras. Não quis me arriscar a correr com meu Nike Free 0.0 (isto é, pés descalços), como fiz em corridas anteriores, sem ainda ter o treinamento adequado para isto.

PS: Se quiser ler um outro relato da mesma corrida, leia este aqui do Luiz Souza.

Um comentário:

  1. Grande Adolfo.
    Que bom que você levou sua filha. A família é o maior incentivo nas corridas.
    E muito obrigado pelo carinho e divulgação do meu blog. Tenho recebido algumas visitas daqui.
    Felicidades.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Não uso verificação de palavras.

Receba as postagens deste blog por email