quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Absurdo na BandNews Curitiba


Comentário político causa demissão na BandNews Curitiba

Carla Soares Martin, de São Paulo

Gladimir Nascimento, jornalista que implementou a rádio BandNews Curitiba, há três anos, não é, desde quinta (15/01), o diretor de jornalismo da emissora. Nascimento foi demitido, como diz, por "pressão política".

"No fim do ano, houve uma sessão de madrugada na Assembléia Legislativa do Paraná na qual os deputados, na calada da noite, aprovaram a aposentadoria especial deles e reservaram R$ 17 milhões do orçamento de 2009 para esta aposentadoria", diz Nascimento. Os deputados receberão uma aposentadoria de R$ 10,2 mil por mês.

Ao saber do assunto, Nascimento, conta, criticou duramente os deputados. E teceu o seguinte comentário: "Elegemos os políticos para serem representantes do povo e eles nos surpreendem como ladrões de galinha", conta.

Por estas duras críticas, Gladimir Nascimento foi demitido.

Em Curitiba, como é comum a prática por outras emissoras que têm afiliadas em outros Estados, a BandNews arrendou a rádio de um empresário, neste caso Joel Malucelli. Foi Malucelli quem demitiu Nascimento. A BandNews de São Paulo nem ficou sabendo da demissão. "Joel Malucelli (dono da rádio arrendada pela Band News e também de outras empresas no Paraná) me demitiu argumentando pressão política. Ofereceu, em troca, que continuasse na TV Band News, mas decidi deixar o grupo", conta Gladimir.

A rádio BandNews FM São Paulo enviou nota dizendo que não comenta fatos relativos à administração local de suas afiliadas.

Para o ex-diretor de jornalismo da BandNews, Joel Malucelli teve coragem de lhe relatar a verdade, o porquê de ter sido demitido. "Os comentários que eu fiz são fortes. Se as pessoas não gostam, que me demitam", disse Nascimento. "Este episódio foi um exercício de liberdade, saber até onde poderia ir, e Joel (Malucelli) foi transparente".

O empresário não foi encontrado para falar sobre o assunto nesta sexta-feira.

Assembléia Legislativa do Paraná não comenta demissão
A assessoria da Assembléia Legislativa do Paraná diz desconhecer a demissão do jornalista. Afirma que os comentários que Nascimento fez foram fortes e informa ainda que "a demissão do referido jornalista é uma questão entre o profissional e a emissora para a qual ele trabalhava".

Fonte: http://www.comunique-se.com.br/index.asp?p=Conteudo/NewsShow.asp&p2=idnot%3D50546%26Editoria%3D8%26Op2%3D1%26Op3%3D0%26pid%3D38450111569%26fnt%3Dfntnl

3 comentários:

  1. O poder nas mãos de verdadeiros Ladrões, mas não apenas de galinhas, do povo todo

    ResponderExcluir
  2. Há algum tempo venho estranhando a falta do jornalista Gladimir Nascimento na Band News Curitiba. Só não sabia o motivo do seu afastamento. Por certo, esta atitude reflete o quanto o nosso país possui de repressão a liberdade de falar o que pensa. O jornalista, a quem admiro pela sua despojada maneira de expor a coisa pública, foi execrado por ter dito o que o povo gostaria de dizer. De qualquer modo quero parabenizá-lo pela sua coragem em colocar para fora tudo aquilo que sociedade queria falar. É uma vergonha!

    ResponderExcluir
  3. O pior é que eu continuo escutando a BandNews pois:
    * a outra rádio só notícias de Curitiba (a CBN) é do mesmo dono, o Joel Malucelli.
    * apesar da falta que o Gladmir faz, a BandNews ainda é bem melhor do que a CBN (tanto em sua equipe local quanto na nacional)
    * alguns outros radialistas da BandNews parecem ter algo a dizer, isto é, criticam deputados e etc.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Não uso verificação de palavras.

Receba as postagens deste blog por email