domingo, 9 de junho de 2013

Meia Maratona de Curitiba 2013

Participei hoje da Meia Maratona de Curitiba 2013. Foi minha segunda vez nesta prova (e a terceira vez que a prova aconteceu).

O resultado oficial ainda não saiu. Pelo meu relógio, fiz em 1h43m12s. Tempo muito bom considerando que desde 19/05 não tenho treinado direito em função de uma dor num dos dedos do pé esquerdo.

Também em função desta dor corri com o Newton MV2. É um excelente tênis, plano (drop zero) e leve. Mas é um pouco alto demais. Mas deu certo e não senti quase nada no dedo durante a prova.

Fui para a prova com expectativa de fazer entre 1h50 e 2h, considerando que o percurso não é lá muito plano, a lesão e que na minha última meia fiz 1h49. Mas desde o começo me senti bem e forcei um pouco mais do que o planejado, mas achando que não seria o suficiente para bater meu recorde pessoal calçado 40-45 (se bem que este recorde - 1h41 - foi obtido numa prova que não tenho certeza de que era aferida). No final, acabei chegando bem perto.

Os dois primeiros quilômetros foram difíceis porque tive que desviar de muita gente. Depois pude colocar meu ritmo. No final cansei um pouco.

Altimetria da prova


Ritmo Km a Km. Como inicio o RunKeeper antes de passar pelo tapete de largada, o primeiro Km tem ritmo mais lento do que o real.

Resumo da altimetria

Mais um gráfico de altimetria

Encontrei tanta gente antes, durante e depois da prova!

Larguei com o Adilson e o Claudio. O Adilson estava se recuperando de problemas de saúde e o Claudio estava estreando. Ambos terminaram bem, em menos de 2h.

Logo no começo da prova vi o Caverna (da G5) de longe, mas não consegui chegar perto. No final alcancei ele e depois da chegada conversamos.

Antes e depois da prova fiquei na tenda conjunta do Positivo Run (o meu grupo, formado por mães e pais do Colégio Positivo) e do Santa Mônica (do clube de mesmo nome). Ambos os grupos são treinados pelo João de Paula.

Alguns membros do Amigos da Corrida de Curitiba apareceram lá, como o Michel e o Tony.

Depois da prova, o Luiz Souza fez uma visita à tenda da Positivo Run.

E ainda encontrei a Tânia (que pegou pódio na categoria) e o Vitor (da V8).

E devo ter esquecido alguém...

E agora, qual será o próximo desafio? Não sei, mas fiquei com vontade de fazer a Golden Four Porto Alegre em 30/06.

Mais informações sobre a corrida, pontos negativos e positivos, leia aqui.

6 comentários:

  1. Adolfo parabéns por mais uma prova realizada, me informa uma coisa como vc faz para colocar as planilhas do garmim aqui no blog???

    Boa semana e bons treinos,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Jorge!

    Eu faço um screenshot, corto a imagem, salvo e depois coloco aqui.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Sobre a prova, o pior de tudo foi o assassinato que cometeram com a Língua Portuguesa: "Ratificação de regulamento". Entrei no site da prova no sábado e vi que o regulamento estava alterado na parte do horário da largada. Ora, se houve alteração, houve RETIFICAÇÃO e não RATIFICAÇÃO. Só por aí já dá para ter noção de como foi o descaso com os corredores. Presenciei a vergonha da "Entrega da Premiação" nas categorias. "Vai lá e pega seu troféu", anunciavam nos microfones. "Falem seu número e peguem o troféu". Brincadeira isso!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Adolfo.
    Foi uma corrida legal, pra mim sem problemas, mas teve gente que sofreu mesmo na mão da organização.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Adolfo,
    Um excelente tempo.
    A altimetria não foi muito amistosa mesmo.
    Terminamos com tempos bem próximos. Fiz um 1h45min.
    Alguns corredores comentaram de problemas com a organizaão da prova.
    Relatei as situações vividas ou presenciadas. Para mim a organziação foi ótima.
    Concordo com o pontos positivos: camiseta, hidratação, etc...

    Abraços,

    Julian
    julianrunner.com.br

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, Professor Adolfo!
    Você disponibiliza algum email para contato?
    Tenho interesse em obter mais informações sobre a prática de corrida aliada à alimentação low carb, mas tenho encontrado dificuldades em obtê-las.
    Na realidade, tenho encontrado mais resistência a essa prática conjunta do que incentivo.
    Agradeço sua atenção.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Não uso verificação de palavras.

Receba as postagens deste blog por email