segunda-feira, 20 de abril de 2009

32 insights e constatações sobre programação, por Thiago Silva

Fonte: http://blog.sourcecraft.info/?p=276

1) Nós (eu, você, ele) não sabemos programar.

2) Matemática (o pensamento matemático) é importante.

3) História da computação, também.

4) Simplicidade e complexidade são aspectos nucleares. Muitos acham que entendem. Se livrar do engano é imperativo.

5) 10% do esforço está em aprender a escrever código. 90% está em aprender a organizar e estruturar.

6) Fazer funcionar é 10% do trabalho. Entender como deve ser feito é 90%.

7) A preguiça mostra seus sinais após realizarmos 10% de qualquer atividade.

8) Compromissos devem ser feitos para ampliar a liberdade e oportunidades futuras. Quem as restringe enterra a si mesmo e aos outros.

9) Se um programador sabe programar em várias linguagens como: c, python, ruby, java, php…ele só sabe uma linguagem.

10) Numa discussão entre dois programadores, ganha aquele cujo argumento é desprovido de bug ou o chefe.

11) Consistência, simplicidade, profundidade e abrangência são virtudes na mente e no código.

12) Código bom é código claro que fala pouco e diz muito.

13) Se uma linguagem não consegue expressar uma idéia consistente, simples, profunda e ampla - tal qual, ela não é uma boa linguagem.

14) Um programador que não sabe se depurar e inspecionar sua própria mente entendeu apenas parcialmente pra que serve aquilo que aprendeu.

15) Similarmente, "analistas de sistemas" que não sabem analisar a si mesmos não entendem o significado de "análise" nem de "sistema".

16) Com isso, o maior inimigo do programador não é o bug em seu software. É o bug na sua mente.

17) Popularidade não é sinônimo (tampouco, evidência) de superioridade técnica ou intelectual.

18) Para cada definição de Orientação a Objetos, existe pelo menos uma pessoa inteligente que discorda.

19) Inventar a roda é o eterno martírio do verdadeiro aprendiz - ele sabe que o que as pessoas chamam de "roda" é, na verdade, um quadrado.

20) Comparar linguagens de programação é um tabu. Compare mesmo assim, secretamente, de forma cuidadosa e judiciosa.

21) Só existe uma forma de estar certo: estando certo. Dúvida deve originar curiosidade. Engano deve ser sucedido de "perdão, tens razão".

22) Como programador, você é o que você lê (sejam livros ou códigos). Existem poças d'água e oceanos. É inteligente saber onde se bebe.

23) É mais fácil dizer que algo não presta do que prestar atenção.

24) Existem coisas que não prestam. E existem pessoas espertas que não enxergam. Em todo caso, é importante saber até onde a nossa vista alcança.

25) É preciso cuidado ao gostar de uma linguagem, ferramenta ou abordagem. Razão dá lugar à paixão. Estupidez se segue, logicamente.

26) Todas as linguagens de programação são ruins e é importante entender o porquê.

27) "A melhor ferramenta para o trabalho" significa "A ferramenta que melhor satisfez os meus caprichos em tempo hábil".

28) Certificados certificam que a pessoa é certificada na referida certificação. Nada mais.

29) A novidade, às vezes, é uma evolução. Às vezes, é um retrocesso.

30) Desconhecendo o passado, somos fadados à repeti-lo de forma medíocre.

31) Existe algo de malígno no desenvolvimento web.

32) Hardware é todo o software que impede mudanças suaves. Software só é software quando faz juz ao prefixo "soft".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Não uso verificação de palavras.

Receba as postagens deste blog por email