terça-feira, 12 de maio de 2009

Artigo no Blog de Jamildo (JC Online): "Direcionamento Comportamental e o Direito ao Não-Rastreamento", Ruy de Queiroz

---------- Forwarded message ----------
From: Ruy de Queiroz
Date: 2009/5/4


Saiu hoje no "Blog de Jamildo" (Jornal do Commercio Online, Recife): "Direcionamento comportamental e o direito ao não-rastreamento".

(Outros artigos em torno de temas correlatos: no blog "Cibersegurança e o Domínio Público".)

Ruy
-----
OPINIÃO / ARTIGO

Direcionamento comportamental e o direito ao não-rastreamento

POSTADO ÀS 08:13 EM 04 DE MAIO DE 2009

Ruy José Guerra Barretto de Queiroz

Em relatório recente da Nielsen sobre o cenário global da mídia online e as oportunidades num mercado de alta competitividade ("The Global Online Media Landscape: Identifying Opportunities in a Challenging Market", Abril/09), é possível verificar o quão fragmentado é o mercado da propaganda na internet: enquanto que nos países escandinavos, na Austrália, e na China, o ritmo é veloz, no Reino Unido, França, Espanha e Japão o passo é de segundo pelotão, na Alemanha, Suíca e Itália a aceleração é quase nula, e nos países Benelux o ritmo é negativo. 

Fica claro que a recessão econômica mundial está realmente influenciando todos os mercados, e, se por um lado os volumes de anúncio online demonstram certa vitalidade em alguns períodos, por outro lado os preços de anúncio online continuam sob pressão a ponto de sinalizar para os anunciantes que as taxas cobradas pelos veículos são essencialmente as mesmas que eles recebem das redes de anunciantes. Entretanto, conforme o resumo executivo da Nielsen, mesmo que 2009 não vá se tornar um ano marcante para as receitas de anúncio online, a internet deverá superar todas as outras mídias mais uma vez. 

Apesar do modesto crescimento nos EUA e no Japão, deverá haver nichos de crescimento significativo  (mais de 25%), embora que limitados a países com pequeno e médio mercado de anúncio online como o próprio Brasil, Europa Oriental e Sudeste Asiático. As perspectivas de longo prazo para a mídia online global continuam muito boas. Liderada por mídia social, busca, e video online, sua parcela do total dos gastos com anúncios vai continuar sua escalada consistente à medida que a recessão vai se dissolvendo. 

E a expectativa é de que o comércio eletrônico veja sua participação aumentar numa escala global. E, naturalmente, com o crescimento explosivo da propaganda online, as empresas e seus conselhos precisam estar cientes das novas tecnologias, de suas implicações legais, e, sobretudo, dos riscos legais a que estão sujeitas.

Em recente artigo no SEOmozBlog ("The Law and Business of Online Advertising Conference Recap", 22/04/09) sobre a "Law and Business of Online Advertising" ("Direito e Negócios do Anúncio Online"), uma conferência co-tutelada pelo Berkeley Center for Law & Technology e pelo High Tech Law Institute da Universidade de Santa Clara, realizada em 18/04/09 em Berkeley, Califórnia, Sarah Bird revela que o tópico mais quente naquele encontro foi o chamado "direcionamento comportamental" (em inglês, "behavioral targeting") e seu impacto na privacidade do consumidor. Conforme a Wikipedia, "behavioral targeting" é uma técnica usada por anunciantes online e portais para aumentar a eficácia de suas campanhas publicitárias. (...) (leia mais)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Não uso verificação de palavras.

Receba as postagens deste blog por email